saúde e bem estar

surpreenda-se

Atendimento diferenciado

REPOSIÇÃO HORMONAL
Tratamento da Menopausa

A menopausa pode ser, sim, uma boa notícia para as mulheres. É uma nova fase na vida da mulher que, não necessariamente precisa ser ruim, difícil e de diminuição em sua energia. Pelo contrário! Hoje é possível saber qual a melhor terapia de reposição hormonal para o caso de cada mulher.

Por meio de simples exames de sangue que medirão os níveis hormonais ou, de maneira mais aprofundada, com exames genéticos, a paciente pode ter uma melhor orientação sobre as transformações que estão acontecendo em seu corpo e o que fazer para repor ou não deixar diminuir o seu pique e sua vitalidade. Além disso, os hormônios femininos – estrogênio e progesterona – são importantes para prevenir doenças como a osteoporose. No caso específico do estrogênio, ele protege contra as doenças cardiovasculares.

“Hoje é possível desfrutar muito mais dos benefícios da idade madura, com muita saúde, e diminuir os prejuízos”, afirma a Dra. Márcia Telles, da Clínica de Medicina Integrada que trabalha com hormônios bioidênticos, ou seja, idênticos aos produzidos naturalmente pelo corpo. O tratamento – com reposição hormonal, Ortomolecular, ou ambos – tem como objetivo trazer qualidade de vida à paciente. “O tratamento é adequado individualmente, de acordo com as necessidades de cada mulher”, explica a médica.

É importante também salientar que a alteração hormonal pode ocorrer muito antes da menopausa. Por isso, fique de olho em alguns sintomas para detectar precocemente a queda na produção de seus hormônios:

Sinais da deficiência de estrogênio (que podem aparecer em qualquer idade) :
– Confusão mental;
– Memória fraca, esquecimento;
– Depressão;
– Ansiedade, preocupação em excesso;
– Mudança de humor;
– Dificuldade para dormir, insônia;
– Ondas de calor;
– Suores noturnos;
– Mudanças bruscas de temperatura, sente frio e calor;
– Cansaço o dia todo, falta de força e energia;
– Falta de cuidado com o corpo;
– Aumento de peso acompanhado de falta de preocupação com o próprio corpo;
– Olhos, pele e vagina secos;
– Perda do brilho da pele;
– Se sente bem apenas na segunda semana do ciclo menstrual;
– Seios murchos;
– Dor na relação sexual;
– Dor de cabeça ou enxaqueca;
– Dor na coluna e nas juntas;
– Coração acelera sem causa aparente;
– Gazes;
– Diminuição da Libido;
– Necessidade exagerada de religiosidade.
Deficiência de Progesterona:
– Mamas doloridas, aumentadas;
– Cólicas;
– Náusea;
– Retenção de líquido (dedos e pernas inchados);
– Impaciência, irritação, a mulher fica mais mandona.

Marque uma consulta.

Por favor, informe seus dados para que possamos responder sua mensagem.

Onde estamos?